Na Sexta-feira Santa teve lugar um dos maiores acontecimentos da história da humanidade. Neste dia o Filho de Deus se deixou pregar na cruz, morrendo pela humanidade.

Mas será que todos sabem disso? Será que todos os que comemoram a Semana Santa sabem quem é Jesus, do significado da sua morte na cruz?

O nome de Jesus é professado muitas vezes por dia. Sua imagem está em muitos lugares. Uma pessoa pode ver esta estátua todos os dias, pode ter a cruz de Cristo pendurada no pescoço, comemorar a Semana Santa e ainda não conhecer a Jesus.

“Quem é Jesus? Quem é esta pessoa que fez mais para transformar a história da humanidade do que qualquer outra pessoa?

Jesus só viveu trinta e três anos. A viagem mais longa que ele fez foi de menos de 150 quilômetros.

Alguns dizem que ele foi um revolucionário. Outros acham que ele representa o homem da época. Outros afirmam que ele era possuído de demônio, comilão e beberão. Ele teve fome e sede, e conhecia o cansaço. Teve que enfrentar o desprezo. Sabia das alegrias e tristezas. Foi mal compreendido, desprezado e perseguido. Teve todas as emoções que você e eu temos.

Chorou junto ao túmulo de um amigo. Teve que enfrentar a tentação, como cada de nós a enfrentamos. Como homem, teve compaixão dos homens, fazendo cegos ver e os surdos ouvir. Alimentou os pobres e tocou no leproso.

Mas outros disseram que ele era o Filho de Deus, o Salvador do mundo. O objetivo de sua vida não era apenas ensinar, curar, mas sim morrer. Este foi o seu propósito. Quando Jesus morreu naquela cruz, Deus tomou os nossos pecados e os colocou sobre ele.

Uma das coisas mais impressionantes aqui no Brasil é que, por onde quer que se vá, ali se vê uma cruz: no cemitério, na igreja, na beira da estrada, sobre a moeda. E até mesmo no céu, que é o Cruzeiro do Sul. Por que isso?

É porque alguma coisa divina aconteceu naquela cruz. Naquela cruz Jesus morreu por nós. Os soldados romanos traspassaram as suas mãos com pregos e coroaram a sua cabeça com espinhos. Jesus, sangrado pelas muitas feridas que fizeram nele, morreu porque ele nos ama.

Portanto, quando você olhar para a cruz, lembre-se que ali Jesus foi crucificado, mas não está mais lá. Ele ressuscitou e este é o verdadeiro sentido da Páscoa!

Uma abençoada semana de quaresma a todos e todas!

 

Marcelo Ackermann.