Tags

, , ,

Dia 23/04 – Dia Mundial do Livro.

A leitura é imprescindível para a formação dos seres humanos. São muitas as campanhas de incentivo à leitura em todo o país. Mas o que é leitura afinal? Será que ler se restringe ao simples ato de decodificar símbolos impressos?
Pesquisando sobre o significado do verbo ler, etimologicamente, deriva do latim lego/legere, que significa recolher, apanhar, escolher, captar com os olhos. Desta última definição, estabelecemos o conceito primordial de leitura, que é “pronunciar em voz alta as letras grafadas no papel”. Mas imaginemos a seguinte situação: um agricultor, considerado analfabeto, por não ter tido acesso à escola durante toda sua vida, reconhece os sinais da natureza e pode determinar o tempo de estiagem de chuvas, tempo certo para o plantio. Então verificamos que o agricultor lê e interpreta os sinais da natureza, baseado apenas na sua vivência de mundo. Portanto o conceito de leitura se expande, saindo da mera expressão oral de símbolos gráficos impressos e passando a ser a “decodificação de símbolos”. Assim, o canto do sabiá, para o agricultor, ultrapassa os limites de seu significado passando a representar algo diferente, como o sinal de que virá chuva em breve. Já um agrônomo utilizaria outros elementos para determinar os períodos de chuva ou de seca, pois sua formação acadêmica proporcionou-lhe tal possibilidade.
O conceito de ler abrange também o de interpretar e o de compreender, pois tanto o profissional letrado quanto o trabalhador rural analfabeto, a partir de leituras diferentes, podem decodificar certos sinais da natureza e estabelecer o calendário das atividades agrícolas. O ato da leitura diversifica nossas interpretações sobre o mundo e a nossa visão da vida. Também nos mantém informados em relação a qualquer contexto e área do conhecimento, amplia nossos horizontes e nos transporta ao mundo da imaginação.
Abrir um livro é como escancarar uma janela que nos apresenta novos horizontes, nos enriquece o vocabulário e facilita nossa comunicação, disciplina nossa mente e, com isso, alarga nossa consciência. Através da semente da leitura os frutos literários virão. Tenha certeza que estão nascendo grandes poetas, romancistas, e historiadores na IENH, Quem sabe um dia veremos um premiado escritor dizendo: “Eu estudei na IENH, foi lá que aprendi a ser o escritor de hoje”.
Que nós possamos colocar este dom de ler e escrever que Deus nos presenteou, em favor da paz e do amor, sendo os livros, instrumentos que espalhem essa mensagem para as pessoas. Que Deus nos abençoe e nos guarde! Uma boa semana a todas e todos…
Marcelo Ackermann