Tags

,

Ratos…

O que fazer com os ratos?

Depois da Segunda Guerra Mundial, um jovem piloto decidiu fazer uma viagem perigosa e longa: atravessar o oceano com um pequeno avião monomotor.

O objetivo era grande e exigia muita coragem e concentração.
Já voando a algumas horas sobre o imenso mar, os instrumentos do avião começaram a comportar-se de forma estranha. Investigando as causas do incidente, o piloto se deu conta de que haviam ratos no avião; ratos que estavam roendo os cabos e fios do aparelho.

Isto colocava os instrumentos em pane, fornecendo informações erradas sobre o vôo. Consequentemente o piloto tomaria decisões equivocadas, que poderiam ser fatais.

Nesse momento o piloto se lembrou de algo que seu instrutor havia lhe ensinado:

– Quando descobrires ratos no teu vôo, em vez de gastares energia, tempo e colocares a vida em perigo, lutando contra eles, sobe o avião. Sobe o mais alto que tu poderes! Os ratos não resistem à altura.

Voa alto! Tão alto quanto teus sonhos! E quando sentires os ventos e as ameaças, não olhes para baixo! Olha para cima! Lá encontrarás Alguém que alimenta teus sonhos, guia teu vôo e quer te ver feliz!

Uma boa semana! P. Júlio Cezar Adam

“Tudo de bom que recebemos e tudo o que é perfeito vêm do alto, vêm de Deus.”

Tiago 1.17